ASSISTIR BBB 14 AO VIVO ONLINE - 24 Hrs por dia Grátis

PARTICIPANTES DO BBB 14 - Veja as fotos e informações

VOTAÇÃO BBB 14 - Vote Online no Paredão do BBB14

Saiba como os vencedores do BBB 1,2,3,4,5,6,7 e 8 Gastaram seus premios

Ganhar o milionário prêmio do Big Brother Brasil, da Globo, é bem difícil. Os candidatos confinados na casa passam por várias provas durante os cerca de três meses que o reality show fica no ar. Mas gastar a grana, vamos combinar, é fácil. As tentações do consumismo estão por toda parte. Há que se ter equilíbrio para não deixar os R$ 500 mil, valor pago nas primeiras edições da atração, e o atual prêmio de R$ 1 milhão escorram pela mãos.

O Site “O Fuxico” levantou como cada campeão das oito edições do BBB gastaram ou investiram seus prêmios. A maioria soube aplicar bem o dinheiro, mas teve quem não o fizesse. Confira!

BBB1: Kleber Bambam (2002)

Seis anos se passaram, desde o primeiro Big Brother Brasil, quando Kleber Bambam saiu do reality show como o grande vencedor. Na época, o jovem embolsou R$ 500 mil. Mas, o que será que Bambam fez como toda essa grana?

“Na época, comprei dois apartamentos no Rio de Janeiro. Depois, com o dinheiro que passei a ganhar fazendo eventos e participações em comerciais e na tevê, acabei comprando loteamentos em Campinas, Vinhedo e Valinhos (interior de São Paulo); apliquei na bolsa de valores, além de um barracão que alugo para caminhões”.

Fazendo participações em programas humorísticos, atualmente ele pode ser visto no Show do Tom, da Record.

“Morei seis meses em Los Angeles, para aprender inglês. Mas, quando recebi o convite para atuar na atração, resolvi voltar”.

Morando em São Paulo, Kleber Bambam acrescenta que guarda boas recordações de sua participação no BBB1. Entre os melhores momentos estão:

“O primeiro dia, quando todos entramos na casa, as festas ao longo do programa e o último dia, cuja vitória foi maravilhosa”.

Agora, a dica para aqueles que estão no BBB9 é:

“Tenha paciência, seja uma pessoa carismática e simpática. Mas, não deixe de fazer o que quer, nunca”!

______________________________________________________________________

BBB2: Rodrigo Caubói (2002)

Rodrigo Caubói embolsou R$ 500 mil, no Big Brother Brasil 2. Ao longo de três meses, o jovem ganhou a simpatia do público por sua religiosidade, jeito interiorano de falar, simpatia e pelo affair com Taís.

Ao deixar a atração, o ex-brother lançou o CD Cowboy Rodrigo no Batidão da Viola, que chegou às lojas de todo Brasil. Após viajar o país apresentando shows, resolveu se dedicar àquilo que realmente gosta: os cavalos.

O momento mais difícil do confinamento, para caubói, foi na metade do programa, quando a depressão o tomou de supetão, combinada a uma forte dor de ouvido.

“Não sabia se todo aquele sacrifício iria compensar. Mas depois, pensei bem e consegui colocar a cabeça no lugar”, disse o rapaz, na época, ao site oficial da atração.

______________________________________________________________________

BBB3: Dhomini (2003)

Vencedor da terceira edição do Big Brother Brasil, o goiano Dhomini já não vive mais do dinheiro que ganhou no programa. Com os R$ 500 mil recebidos como prêmio, investiu no seu próprio bem-estar e da sua família.

“Não investi o dinheiro em nada, a não ser em mim mesmo e na minha família. Fiz uma casa para mim, ajudei alguns parentes… aí, o dinheiro acabou. Na verdade, eu ainda sou daquela galera que ganhou R$ 500 mil e, no final, acabou não dando para muita coisa”, disse ele.

Hoje, o moço vive da música. Montou uma dupla sertaneja – Henrique e Dhomini –, que canta há três anos e, inclusive, está prestes a lançar o primeiro DVD.

Entre as melhores lembranças do programa, estão as festas, as noites de agito com a galera e, claro, o romance com Sabrina Sato.

“Tenho muito boas lembranças daquela época”, finalizou ele.

______________________________________________________________________

BBB4: Cida (2004)

Dos vencedores das oito edições do Big Brother Brasil, sem dúvida, quem teve a vida mais transformada foi a ex-babá Gecilda Silva dos Santos, da quarta edição do reality show. Depois de ganhar R$ 500 mil e ver sua vida mudar, da noite para o dia, ela conheceu o céu e o inferno.

Entre as coisas ruins que lhe aconteceram, está uma surra que levou do ex-marido, o policial Carlos José da Apresentação Pimenta, com quem vivia, em 2007. Mas, tudo isso já foi tirado de letra pela nova “madame” do pedaço.

“As coisas ruins já fazem parte de um passado que eu quero esquecer, mas o programa me trouxe muitas coisas boas”, contou ela.

Do lado positivo, ela aponta a realização de vários sonhos. Entre eles, um que é comum a quase todos os vencedores do reality: a compra uma boa casa. Além disso, ela montou um pequeno bazar em Mangaratiba, onde vive com os filhos, e hoje trabalha no local.

Mas, Cida não leva apenas vida de empresária. Ela está lutando para abraçar uma nova profissão: “Estou fazendo um curso de teatro”.

Sobre a vida na casa mais vigiada do Brasil, ela traz boas lembranças. A melhor delas, no entanto, já elegeu.

“Foi no Carnaval. Desfilar e ver aquele povo todo gritando o meu nome, foi uma emoção indescritível”, finalizou.

______________________________________________________________________
BBB5: Jean Wyllys (2005)

Jean Wyllys levou R$ 1 milhão, ao vencer o Big Brother Brasil 5. Assim que saiu da atração, o ex-brother passou a conciliar sua carreira de escritor com os trabalhos de roteirista da Globo.

Evitando os holofotes, Jean chegou a admitir a OFuxico:

“Depois do programa, mantive minha vida, não fiz presença vip em festas, nada disso. Com o meu trabalho, continuei meu caminho. Acho que o fato de valorizar a inteligência e ter uma história anterior ao BBB, reflete nisso”.

Sobre o prêmio de R$ 1 milhão conquistado no reality show, Jean foi enfático:

“O dinheiro não acabou, mas não costumo dar satisfações. A nossa mão direita não pergunta à esquerda o que ela quer. Não digo a quem ajudei ou deixei de ajudar. Faço a minha parte, sem alarde”.

Atualmente, Jean Wyllys não dá mais entrevistas a nenhum veículo de comunicação para falar sobre sua participação ou sobre o programa Big Brother Brasil.

______________________________________________________________________

BBB6: Mara (2006)

O dinheiro ganho ao vencer a sexta edição do Big Brother Brasil, transformou a vida da auxiliar de enfermagem, Mara. Ela investiu o prêmio em seu futuro e de sua família.

“Eu abri uma pousada em Porto Seguro (BA), de onde tiro o meu sustento até hoje. Além disso, comprei uma casa e alguns prédios comerciais. Preferi investir para ter um pouco de sossego na vida, e não precisar mais da ajuda de ninguém”, disse ela.

O dinheiro do prêmio também serviu para realizar um antigo sonho de Mara. Ela abriu a sua própria escola, para crianças até a 4ª série.

“Além de ensinar, eu tento ajudar pessoas que precisam. Tive tanta ajuda, por que não retribuir?”, questionou.

Da época do programa, ela guarda boas lembranças, mas traz alguns amigos especiais do lado esquerdo do peito.

“Lembro da amizade com o Agostinho. Ele me ajudou muito e fomos muito amigos. Até hoje, nos falamos. Também encontro sempre com os gêmeos Djair e Djairo, que participaram do programa, e são aqui de Porto Seguro. Nos vemos sempre, e relembramos aquela época boa”, finalizou

­______________________________________________________________________

BBB7: Diego Alemão (2007)

Pelas histórias que viveu na sétima edição do Big Brother Brasil, Diego Alemão conquistou o Brasil. O famoso triângulo amoroso, formado pelo ex-brother, Íris Stefanelli e Fani Pacheco, despertou o interesse do telespectador em assistir à atração.

Após muitas intrigas, ver as duas ex-sister deixando o programa e sobreviver a cinco paredões, Alemão acabou como o grande vencedor. Mas, como será que o bonitão vem administrando o R$ 1 milhão?

“Eu adquiriu um imóvel no Rio de Janeiro e outro em São Paulo, doei 10% do prêmio e investi uma parte do dinheiro”, contou.

Depois de apresentar o programa Nem Big Nem Brother, no canal por assinatura Multishow, Alemão continua envolvido com o BBB. Atualmente, ele pode ser visto comandando A Eliminação (exibida no mesmo canal), toda quinta-feira, às 23h15.

“Além dos programas, tenho uma agência de produções e eventos, em sociedade com minha irmã”.

Sobre as melhores lembranças do programa, ele revelou:

“Os momentos que passei com as meninas, Íris e Fani, em que me diverti muito. Outro momento muito legal foi a festa do balde, que nós fizemos em um dia que não teve uma festa preparada pela produção. Além disso, a grande lembrança que ficou até hoje foi o momento que saí da casa e reencontrei todo mundo”.

Para aqueles que estão na 9ª edição do reality show, o ex-brother aconselhou:

“Seja você mesmo, inclusive com o público, e divirta-se”.

______________________________________________________________________

BBB8: Rafinha (2008)

Definitivamente, o prêmio de R$ 1 milhão não subiu à cabeça de Rafinha. O vencedor da 8ª edição do Big Brother Brasil preferiu aplicar todo o dinheiro, e continuar sendo o mesmo jovem do interior de São Paulo.

“É como se o dinheiro não existisse… Não quero deixar de ser gente, simples e trabalhador… Não quero empinar o nariz. Isso não combina comigo”, contou.

Muito realista e pé no chão, o paulistano agradece muito a oportunidade de ter participado do BBB8. Porém, ele sabe que a atração foi apenas o pontapé inicial, para conquistar seu espaço.

“Estou conquistando as coisas devagar. O programa foi uma porta importante, mas a finalização será lá na frente e só dependerá de mim”.

De bens materiais, o ex-brother comprou um apartamento em Campinas, interior de São Paulo, onde reside.

Atualmente, o jovem se dedica integralmente à banda Mipt, formada por Douglas (guitarra) e Nando (bateria).

Sempre muito simpático, Rafinha aproveita e manda seu recado a todos aqueles que integraram o BBB9:

“Recomendo determinação aos participantes. Não perder, em momento algum a esperança e, o mais importante, não querer se mostrar. Seja você mesmo sempre! Mas, não deixe ninguém fazê-lo de bobo. E não esqueça: dance conforme a música e boa sorte”!

Fonte.: O fuxico

Tags: , , ,